domingo, 30 de novembro de 2008

Tokusatsu voltando?


Cara, essa é boa. Acabei de ler no JBox que vão lançar a série completa do Jaspion em DVD no Brasil. Peraê! Não conhece o Jaspion? Então senta que lá vem história.

Jaspion, Changeman, Flashman, Jiraiya, Kamen Rider... estes e outros heróis japoneses marcaram época no Brasil entre os anos 80 e 90. São séries conhecidas no Japão como Tokusatsu (uma contração da expressão "tokushu satsuei", que poderia ser traduzida como "filme de efeitos especiais"). Difícil encontrar um cara lá pelos seus 20 e poucos anos de idade que não tenha vibrado com as aventuras e combates destes heróis durante sua infância (e me inclua na lista!).

Antes delas, séries mais antigas como National Kid, Spectreman ou Ultraman já haviam dado as caras por aqui. Mas foi com a exibição de O Fantástico Jaspion (que lutava contra o Império dos Monstros liderado por Satã Goss) e o Esquadrão Relâmpago Changeman (que usavam a Força Terrena para impedir a invasão do Império Gôzma à Terra) que o gênero explodiu no Brasil. Todas as crianças assistiam, brincavam que eram estes heróis, compravam seus bonequinhos e demais quinquilharias. O mercado voltado ao público infantil tinha sorrisos rasgando seus rostos, pois tiveram muita coisa pra explorar.

Mas o que será que ocasionou tanto sucesso na época? Muita gente critica os tokusatsu, alegando serem séries imbecilóides e de qualidade duvidosa. De fato, os recursos financeiros dispensados a estas séries era baixo. Era comum vermos pedras de isopor explodindo, cenários reaproveitados entre as séries (como a já lendária Pedreira da Toei, onde culminavam a maioria dos combates), monstros com fantasias toscas e (d)efeitos especiais bem mais ou menos... Mas é inegável que os heróis destas séries são carismáticos. Cativavam o público com sua humanidade por trás de tanto poder de combate, e muitos deles eram no fundo gente como nós. Toha Yamaji era o Jiraiya, um ninja cheio de aparelhos HI-TEC, mas tinha que aturar a constante falta de dinheiro e um pai que vivia pegando no seu pé com os treinamentos ninja. O Comando Estelar Flashman era um grupo de jovens que foram abduzidos na infãncia e tentava reencontrar suas famílias enquanto tentavam salvar a Terra. E Kotaro Minami, o Kamen Rider Black, tinha uma narrativa quase trágica, tendo que enfrentar seu próprio irmão que agora era o perigoso Shadow Moon. Todas essas histórias, que colocavam os heróis em contextos mais humanos (ao contrário, até então, da maioria dos heróis americanos), e faziam todos os defeitos técnicos das séries desaparecem ante os olhos da molecada.

Quando o gênero deixou de ser exibido, deixou para trás uma legião de órfãos. Passaram a ser exibidas na TV versões americanizadas das séries japonesas (ou você acha que os Power Rangers são 100% americanos), mas que não possuiam o mesmo carisma das originais. Muitos fãs sentiam falta de suas séries favoritas, e a única solução era conseguir estas e séries mais atuais através da internet e DVDs piratas. Mas isso parece estar mudando. Além do anúncio de Jaspion em DVD, já foi anunciada que a série Ryukendo será exibida na TV no próximo ano. É difícil dizer se estas séries terão o mesmo sucesso de outrora. Mas eu, e milhares de outros fãs do gênero, estamos felizes. E muito.

5 comentários:

Laila disse...

Eu nunca gostei dos power rangers...

Eu acredito que a série vai fazer sucesso entre os adultos antigos fãs. As crianças de hoje são ligadas demais nos efeitos especiais, então para elas acho que pode parecer sem graça esse tipo de série. Foi como chiquititas. Foi uma febre na minha geração, mas quando voltou a passar, as crianças nem deram bola. Só quando regravaram modernizando as coisas. Gerações diferentes, gostos e anseios diferentes.

sanger disse...

Fala rapaz!!!
Acho que aqui no Ocidente o gênero de Super Sentai foi esgotado com a fórmula dos Power Rangers, que é uma tosqueira infinita.
Quando moleque eu gostava do jiraya, faltou falar dos Cybercops!
Muito maneiro!!!

Marcus "OROCHI" disse...

Pois eh... os Cybercops, apesar dos efeitos estarem abaixo da média até para os padrões do tokusatsu, era um dos que tinha o melhor roteiro, junto com Jiraiya, Kamen Rider Black e Flashman.

fael disse...

Caramba, isso era muito maneiro! De vez em quando eu me divirto no yotube vendo essas séries. Isso é tosco ,em termos de efeitos especiais, mas tem toda uma história legal.Já brinquei muito de ser o Dragon do changeman. Maneiro, vou conferir este DVD.

tenho certeza que este DVD vai fazer sucesso, não a garotada, mas entre a gente.

Laila disse...

Mal posso esperar pelo conto.
*.*